Educação física e sua importância para o trabalho do vigilante

A prática de educação física é fundamental para o desempenho da atividade de vigilante.

A educação física é tão importante para os profissionais da área de segurança que o tema ocupa quase 10 páginas do Manual do Vigilante.

Alimentação adequada e a prática de exercícios são importantes para todo mundo. Mas algumas profissões exigem mais educação física que outras, e a de vigilante é uma delas.

O profissional da área de segurança precisa estar com a saúde em dia para tomar decisões rápidas e eficientes quando preciso. E isso exige um grande esforço, tanto físico quanto mental.

 

Confira os benefícios que a prática de educação física traz para o dia-a-dia do vigilante:

FLEXIBILIDADE

Maior amplitude dos movimentos, que depende tanto da mobilidade articular quanto da elasticidade muscular. A boa flexibilidade melhora a agilidade, força e velocidade do vigilante.

FORÇA DINÂMICA

É a força em movimento. Ela é dividida em força absoluta, que é o valor máximo de força em um determinado movimento, e força relativa, que é o quociente entre a força absoluta e o peso da pessoa.

FORÇA ESTÁTICA

Ocorre quando a força muscular se iguala à resistência, não havendo movimento.

FORÇA EXPLOSIVA

É a capacidade que o vigilante tem de exercer o máximo de energia num ato explosivo, e pode ser chamada também de potência muscular.

RESISTÊNCIA

É a capacidade de o vigilante realizar a atividade pelo maior tempo possível, mantendo a mesma eficiência de movimentos. Assim como a força, a resistência também se divide em 3 grupos: Resistência muscular localizada, resistência anaeróbia e resistência aeróbia.

VELOCIDADE

A velocidade de movimentos é a capacidade do vigilante deslocar-se de um ponto para outro. Já a velocidade de reação pode ser observada entre um estímulo e a resposta correspondente. Esse é um fator determinante para a atividade do vigilante.

AGILIDADE

Permite ao vigilante mudar a posição do corpo no menor tempo possível.

EQUILÍBRIO

É a manutenção da projeção do centro de gravidade dentro da área de superfície de apoio.

COORDENAÇÃO

É a capacidade do vigilante realizar o movimento com o máximo de eficácia e economia de energia.

Mas não são apenas benefícios nos movimentos que a prática de educação física proporciona ao vigilante. Ela melhora também a auto-estima, a capacidade mental, reduz o colesterol, evita depressão e doenças crônicas.

MANUAL DO VIGILANTE

O Manual do Vigilante foi desenvolvido pela Associação Brasileira dos Cursos de Formação e Aperfeiçoamento de Vigilantes (ABCFAV), com a colaboração da Polícia Federal.

De acordo com a Portaria nº 3.233/2012-DG/PF, o vigilante formado deverá voltar compulsoriamente à sala de aula a cada 2 anos, não definindo qual curso de extensão ou reciclagem irá realizar.

 

CONHEÇA A HUNTER’S

A Hunter’s é uma escola que treina e forma profissionais com a certeza de uma preparação qualificada para atuar na área de segurança. 

Somos especializados na formação e reciclagem de profissionais e ofertamos diversos cursos voltados para a proteção de patrimônios e indivíduos, aliados a expertise de mais de 19 anos na área.

 

Conheça nossos cursos:

http://www.escolahunters.com.br/cursos/

 

Fontes:

http://www.pf.gov.br/servicos-pf/seguranca-privada/legislacao-normas-e-orientacoes/manual-do-vigilante/manual-do-vigilante/manual_vigilante.zip/view